Minha foto
Nome:
Local: Brazil

Sou feita de puro leite por parte paterna, e grande impulsividade por parte materna. Talvez eu seja uma manteiga...

Blogs
Comtrapondo
Aleixando
Café Expresso
Circulando
Entre os Cátaros
Fabricio Carpinejar
Jornalário
Number Fourty One
Papareia
Pense Verde
Perfect Puzzle
Taverna do Chico
Update or Die
young home foxtrot

Arquivos
Outubro 2005 / Junho 2006 / Novembro 2006 / Janeiro 2007 / Fevereiro 2007 / Maio 2007 / Julho 2007 / Agosto 2007 / Novembro 2007 / Junho 2008 /




Powered by Blogger
sábado, junho 24, 2006
  Pluricidade
http://www.malvados.com.br/


Neste mesmo período, mas no ano passado, estava envolta por planos de aula, livros, muito trabalho, cursos e vários planos para o futuro... Atualmente envonta por vários livros, muitas teorias e verborréias, além dos planos para o futuro. Ciclos que se renovam. Ondas que vem e vão... A vida se dissipando. Perene é minha personalidade, torna meu ser único no universo e me faz autêntica.

Mas às vezes me questiono até que ponto a "autenticidade" tende a ser opressora. Com o tolo medo de um plágio, quando desejamos imprimir nossa "marca" [pessoal, profissional, modal artística] podemos gerar o embotamento das "marcas" de outros, já que na busca da originalidade pode haver a supressão da possibilidade dos outros fazerem algo parecido com aquilo fazemos. A unicidade só existe por causa da diversidade, que divide-se em milhares de cópias, mas com detalhamentos e aperfeiçoamentos.

Bom, a solução pode ser enfocar o "plágio" como algo perigoso, que deve ser elimado, para meu EU ser único, sempre igual, acomodado, acovardado, sem graça, e chato!

O outro caminho seria buscar a criatividade. Cópias com engenhosidade acabam estaurando novas existências, sem estagnação e acomodação. Trazem a diversidade, tornando o "igual" por fim, único!